segunda-feira, 16 de maio de 2016

O início do começo


O dia de hoje parece que amanheceu exclusivamente para mim. São por estes momentos de pretensão que sinto valer a pena viver. A camisola leve permitindo que o friozinho de 11 graus arrepiasse cada poro do meu corpo e os pés descalços no chão gelado me fizeram acordar que a vida a partir de agora é isso, os pés no chão.


Mas os pés no chão não são impedimento de voo ou, no mínimo, de imaginar borboletas voando ao meu redor e se emaranhando em meus cabelos. Ora, elas são o símbolo maior de metamorfose, transformação.


Aquilo que colhemos, plantamos. E eu abençoo infinitamente o dia que decidi meter medo no meu medo e abraçar essa coragem que surgiu de qualquer jeito, trazendo-me para o dia de hoje. Dia de novos rostos, novas descobertas, novas decepções (sim, elas também fazem parte da vida e é preciso ter consciência disso) e acima de tudo, novas perspectivas.
Só por hoje...
Não, mentira... Só daqui para diante permitam-me que a vida estenda seu tapete vermelho para passar com meus pés desnudos porque será com eles que darei um passo de cada vez para viver de maneiras diferentes cada desafio.

Eu sei que poderia dizer que no conhecimento ainda estou engatinhando, porém, desculpem-me, mas prefiro mesmo é estar de pé.


Meu desejo é que apesar de receios e ansiedades, todos possam um dia experimentar a sensação maravilhosa de sentir o início de um começo.
Meu ano começa oficialmente hoje.
Feliz 2016 para mim.

E para vocês também.


Mi F. Colmán



quarta-feira, 4 de maio de 2016

Onde você estiver, não se esqueça de mim...🎶🎶🎶


Genteeee, eu ainda estou viva viu?!!!
Passando rápido aqui pela blogosfera para avisar que os pcs da minha casa resolveram fazer uma conspiração contra nós e tretarem tudo ao mesmo tempo.
Tenho amigos e amigas onde mantenho contato pelo Instagram, Facebook e Twitter, porém, sei que há aqueles que são apenas daqui do Blogger (ou não me tem nas demais redes sociais por alguma razão) e nada mais justo que com tanto apoio recebido neste um ano de blog tenham uma explicação para o meu "sumiço".
Pessoal, recebo e acolho com todo meu carinho cada visita, cada comentário recebido, porém, responder a cada um no momento está inviável. Odeio digitar no smartphone, quem me tem no Whatsapp sabe bem como sou. rs.
Mas este post não é nenhuma desculpa não! Continuo firme e forte por aqui, inclusive postando! É algo que está mais do que decidido e, óbvio, darei retorno a todos, exceto responder comentários, porque é muita coisa fazer isso via celular.
Um beijo grande e a gente se vê.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Enquanto eu estiver por aqui e me for possível, escrever continuará sendo a medicação mais forte e a terapia mais eficaz para a minha sobrevivência". Mi F. Colmán

Quem ri por último, Rivotril

Quem ri por último, Rivotril
Mais um Rivotril. O restinho dos ratos gritando somem. O restinho das pombas macabras somem. O restinho dos corvos somem. Todos para longe. Lá vai a mulher que assusta. Tati Bernardi.