quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Calem a boca, nordestinos!





























Os nordestinos devem ficar quietos! Cale a boca, povo do Nordeste! Que coisas boas vocês têm pra oferecer ao  resto do país? Ou vocês pensam que são os bons só porque deram à Literatura Brasileira nomes como o do alagoano Graciliano Ramos, dos paraibanos José Lins do Rego e Ariano Suassuna, dos pernambucanos João Cabral de Melo Neto e Manuel Bandeira, ou então dos cearenses José de Alencar e a maravilhosa Rachel de Queiroz?
Só porque o Maranhão nos deu Gonçalves Dias, Aluisio Azevedo, Arthur Azevedo, Ferreira Gullar, José Louzeiro e Josué Montello, e o Ceará nos presenteou com José de Alencar e Patativa do Assaré e a Bahia em seus encantos nos deu como herança Jorge Amado, vocês pensam que podem tudo?
Isso sem falar no humor brasileiro, de quem sugamos de vocês os talentos do genial Chico Anysio, do eterno trapalhão Renato Aragão, de Tom Cavalcante e até mesmo do palhaço Tiririca, que foi eleito o deputado federal mais votado pelos… pasmem… PAULISTAS!!!


E já que está na moda o cinema brasileiro, ainda poderia falar de atores como os cearenses José Wilker, Luiza Tomé, Milton Moraes e Emiliano Queiróz, o inesquecível Dirceu Borboleta, ou ainda do paraibano José Dumont ou de Marco Nanini, pernambucano. Ah! E ainda os baianos Lázaro Ramos e Wagner Moura, que será eternizado pelo “carioca” Capitão Nascimento, de Tropa de Elite, 1 e 2.


Música? Não, vocês nordestinos não poderiam ter coisa boa a nos oferecer, povo analfabeto e sem cultura… Ou pensam que teremos que aceitar vocês por causa da aterradora simplicidade e majestade de Luiz Gonzaga, o rei do baião? Ou das lindas canções de Nando Cordel e dos seus conterrâneos pernambucanos Alceu Valença, Dominguinhos, Geraldo Azevedo e Lenine? Isso sem falar nos paraibanos Zé e Elba Ramalho e do cearense Fagner… E Não poderia deixar de lembrar também da genial família Caymmi e suas melodias doces e baianas a embalar dias e noites repletas de poesia…


Ah! Nordestinos…


Além de tudo isso, vocês ainda resistiram à escravatura? E foi daí que nasceu o mais famoso quilombo, símbolo da resistência dos negros á força opressora do branco que sabe o que é melhor para o nosso país? Por que vocês foram nos dar Zumbi dos Palmares? Só para marcar mais um ponto na sofrida e linda história do seu povo?


Minha mensagem então é essa: – Calem a boca, nordestinos!


Calem a boca, porque vocês não precisam se rebaixar e tentar responder a tantos absurdos de gente que não entende o que é, mesmo sendo abandonado por tantos anos pelo próprio país, vocês tirarem tanta beleza e poesia das mãos calejadas e das peles ressecadas de sol a sol.
Calem a boca, e deixem quem não tem nada pra dizer jogar suas palavras ao vento. Não deixem que isso os tire de sua posição majestosa na construção desse povo maravilhoso, de tantas cores, sotaques, religiões e gentes.
Calem a boca, porque a história desse país responderá por si mesma a importância e a contribuição que vocês nos legaram, seja na literatura, na música, nas artes cênicas ou em quaisquer situações em que a força do seu povo falou mais alto e fez valer a máxima do escritor: “O sertanejo é, antes de tudo, um forte!”


Que o Deus de todos os povos, raças, tribos e nações, os abençoe, queridos irmãos nordestinos.







E nem deve!

Texto escrito pelo notívago José Barbosa Junior, na madrugada de 03 de novembro de 2010.






















Minhas colocações 

Hoje, no Dia Oficial do Nordestino, não pude deixar de registrar aqui no meu blog minha homenagem a essa gente que desde a infância aprendi a admirar e a amar tanto.
Não postei um texto de minha autoria não por falta de vontade, mas por ter certeza que não conseguiria ser tão brilhante quanto o autor. A primeira vez que o li, em dezembro de 2013, fiquei encantada!
Os que já conhecem o texto, devem ter percebido que faltou alguns parágrafos e confesso que foi de propósito.
Sinto muito por isso, mas achei problemático alguns trechos falando pejorativamente do funk carioca. Não que eu curta, mas não posso fechar os olhos e negar que há pessoas nesse meio que estão empoderando mulheres de relacionamentos abusivos nas classes "menos privilegiadas" usando o... funk!
E muito menos me agradou, como residente de Mato Grosso do Sul, o autor ter reduzido o Estado ao sertanejo universitário reforçando o preconceito que sim, o Sul-Matogrossense (que já é discriminado muitas vezes até pelo nome, como se não existisse e Mato Grosso ainda não tivesse sido dividido) sofre e muito. 
Aqui também há grandes talentos como Almir Sater e o incrível Manoel de Barros, que é o autor que, com sua simplicidade em ver a beleza da vida nas pequenas coisas, foi tão importante em minha infância e formação. Graças a ele adquiri uma visão de mundo diferente de grande parte das pessoas mais "elitistas" e "urbanistas", mesmo sendo criada em Curitiba.
Não quero que encarem a retirada destes trechos como um desrespeito, muito pelo contrário.
O respeito é para todos.
Mas o dia de hoje é exclusivamente para vocês nordestinos!
O dia de hoje é SEU Lilly Silva, Tina Bau Couto, Pandora e outras blogueiras dessa região LINDA, que um dia hei de conhecer, que são minhas colegas, amigas de blog e talvez desconheça sua região de origem.
Meus sinceros parabéns a todos os painhos, mainhas e pessoas do Nordeste em geral!
Sua cultura só tem um intuito: nos enriquecer cada vez mais!
Todo o meu carinho e respeito a este povo criativo, talentoso e acima de tudo, de um coração do tamanho do mundo! Como a minha nova amiga Escura
Maria Clara, a minha querida Escurinha, a qual já tenho enorme apreço.
Finalizando o texto quase sem palavras... Deixo o vídeo da canção que ouvia quando criança, junto aos meus pais, os quais sempre foram grandes admiradores da cultura musical nordestina, me oferecendo um conhecimento ímpar. Emocionada (de verdade, sem demagogia) faço minhas as palavras da canção...

"Minha vida é andar por este país, para ver se um dia descanso feliz..."


Mi F. Colmán


Nota: Galereee... Eu não desisti de vocês não e também não estou procrastinando! Saí de vez dos braços do macaquinho da gratificação da Ana Paula, huahuahauahau! É a correria mesmo na reta final para o Enem. Mas vou dando meu jeito por aqui, como podem ver. Agradeço a compreensão de todos. Vocês são super importantes, SEMPRE. Que isso fique muito claro.

37 comentários:

  1. Nossa amiga Mi! Fico feliz em ter podido vim aqui hoje, e ainda mais encontro tão belo post?! E que me tange, quanto nordestina!
    Eu simplesmente amei seu post!!! de coração e alma!!!
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilly, nós tivemos uma transmissão de pensamentos o dia que publiquei o texto, não é possível! hahahaha!
      Eu estava aqui postando e recebi no mesmo instante teu comentário ao post anterior. Muito show essa conexão que tivemos.
      Fico muito feliz por ter gostado.
      Beijos minha querida.

      Excluir
  2. Aí quando amor, sou baiana, nordestina!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca! Seja muito bem-vinda!
      Conhecer a Bahia está entre as maiores prioridades na minha lista de desejos.
      Beijos.

      Excluir
  3. Linda homenagem linda, não poderia ser melhor, tocou meu coração, que também sou nordestina, com orgulho assim como cada pessoa deve ter no lugar em que nasceu. Nasci no interior de Pernambuco e tive minha infância no Recife capital. Amo ser nordestina. Bjs e muito sucesso aqui no seu cantinho que acabei de conhecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nal! Seja muito bem-vinda!
      Tive um amigo de Recife que me contava as maravilhas de Boa Viagem, um dia terei o privilégio de visitar teu Estado.
      E sim, temos que ter orgulho de nossas raízes. Sempre.
      Muito obrigada e volte sempre que quiser. ;)

      Excluir
  4. Gostei de ler essa linda homenagem aos nordestinos ! Adoro o Nordeste e sempre digo que nasc i no lugar errado. Queria ter nascido por lá! Merecida homenagem e o texto escolhido ,lindo.Mas tuas palavras e carinhos com as nossas amigas, lindo também! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Chica, então somos duas! Eu também adoraria ter nascido no Nordeste!
      Muito obrigada pelo carinho imenso que tem com meu cantinho, desejo tuuuudo de bom para ti.
      Beijos amiga. :*

      Excluir
  5. Olá, não conhecia o texto mas gostei demasiado! Sou uma admiradora do povo nordestino já que toda a família da minha mãe são da Bahia!!!! Vim até aqui por meio do Blog da Lilly e foi maravilhoso!!!! Gostei das suas palavras sobre o respeito a todas as culturas, que geralmente são estereotipadas ... Tive o privilégio de conhecer Campo Grande e participar de show exclusivo do querido e admirado Almir Sater!!!
    Parabéns a todos os nordestinos! Obrigada por nos compartilhar com um texto tão brilhante e obrigada por suas palavras!

    Super beijo ]
    Aminah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aminah! Seja muito bem-vinda!
      Que show ter família no Nordeste, se eu tivesse, facilitaria muito. hahahaha!
      Estou muito contente que tenha gostado do texto e daqui. A Lilly é uma querida e pelo que percebo, muito popular! :))))
      Caraca... Assistir a um show do Almir Sater é algo que deve mesmo ser chamado de "privilégio", eu que moro perto não tive esse privilégio.
      Beijos e muito obrigada digo eu. :*

      Excluir
  6. Que susto lilly pelo titulor pensei você fosse acabar com a vida onde eu tenho orgulho de falar sou nordestina ,mas amei o texto parabéns bela palavras sou baiana sou nordestina falo mesmo oxe,oxente e oh mainha beijos se cuida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacque! Seja muito bem-vinda!
      A Lilly compartilhou e o post bombou aqui de novas caras, adoro isso! :)))))
      Beijos e volte sempre que quiser.

      Excluir
  7. Bravo, bravo, amei este post e sua sinceridade cortante, sou do Sul, RS e entendo perfeitamente tuas colocações e também amo Almir Sater. Este post derrama amor e tolerância na blogosfera, em nossas vidas. Querida Mi, acho o post mais legal que li nos últimos dias, parabéns, muito legal tu saberes onde os amigos da blogsfera vivem, a Lilly eu conheço e amo, a menina rosa.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho amigo Jair ( e o menina rosa foi lindo!!! )
      Beijos e moras no meu ♥

      Excluir
    2. Oi Jair! Não sabia que tu também era do Sul!
      Também amei o texto e tive que compartilhar com vocês. Com tantos queridos nordestinos na blogosfera, esse data não poderia passar em branco de jeito nenhum por aqui.
      Muito obrigada pelo carinho, meu querido.
      A Lilly também é uma querida para mim desde sempre.
      Beijos aos dois. :*

      Excluir
  8. É com muito orgulho que me tornei amigo dessa grande mulher a Lilly Silva que postou em seu G+ um elogio fora de série em honra do povo do nordeste... Meus parabéns amiga... Que Deus te abençoe hoje, amanhã e sempre!

    ResponderExcluir
  9. Desculpa Lilly Silva retiro o G+ e (seu blogger)

    ResponderExcluir
  10. Conheça o meu blogger http://novacarpediembaby.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julio! Seja muito bem-vindo!
      A Lilly divulgou meu post sem saber e tive belas surpresas por aqui. Adorei conhecer tanta gente nova!
      Grata pelo convite e com certeza passarei em teu blog.
      Beijos. :*

      Excluir
  11. Que susto! Kkk, confesso que me assustei no início, não conhecia o texto e comecei a achar que não te conhecia nada também. Sei que te "conheço" só um pouquinho, mas não batia... À medida que lia o texto fui ficando encantada! Que texto belo!
    Meu respeito a esse povo que tanto admiro! Adoro o Nordeste e sempre que posso dou um pulinho por lá.
    Parabéns aos nordestinos pelo dia e a vc pelo post, que foi emocionante.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huahuahauahau!
      Pois é Estela, é um texto bem "pegadinha" mesmo! A primeira vez que li tive a mesma impressão do autor, mas à medida que fui avançando na leitura, fui ficando cada vez mais encantada!
      Podemos não nos conhecer muito bem ainda, mas ao menos o suficiente para percebermos o que a colega não faria, hahahaha!
      Beijos. :*

      Excluir
  12. Só esqueceu do Brenan (pernambucano), maior artista plástico que o Brasil já conheceu!!
    Afirmo e assino em baixo, JAIR.(paranaense viu?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jair!
      Estou impressionada, os dois Jair que conheço são sulistas também! E tu é paranaense como eu, inclusive. rs.
      Pois é, são tantos talentos que o Nordeste nos presenteou que alguns até ficam de fora na hora de elaborar um texto.
      Beijos. :*

      Excluir
  13. Estou feliz demais. Vocês não imaginam o quanto me deixou feliz os seus comentários e a chance de conhecer novas pessoas desse lindo Nordeste, do nosso lindo Brasil através da amiga Lilly.
    Amanhã estarei com o dia livre e responderei, como de costume, a cada comentário recebido que para mim é uma dádiva. Muito grata por tudo e em breve estarei conhecendo os seus espaços com todo o prazer.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mi pala menção! Tu sabes que já somos amigas de infância, e nos entendemos muito bem!!!
      Então gostei muito mesmo do post!
      Beijos mil

      Excluir
    2. Menina, não tinha como não te mencionar. Além de ser teu dia, tu é minha amiga querida desde sempre. Somos absurdamente parecidas em tudo, né? hahahaha!
      Eu que te agradeço, pois através da tua divulgação pude ter o prazer de conhecer novos blogueiros daí!
      Tu é popular hein guria? rsrsrs.
      Beijos. :*

      Excluir
  14. Que lindo, querida MI, fiquei emocionada, seu texto completou lindamente o primeiro! Saio até meio engasgada de ver essa homenagem para essa gente sofrida, mas feliz e de grande valor cultural e artístico!! Realmente deram gente maravilhosa para o país.
    Viva os nordestinos! Mais saúde, mais segurança e mais educação para essa região do Brasil.

    É... Francisco Brenam, um dos maiores artistas nossos - Jair lembrou bem.
    E o Museu Ricardo Brenam, um dos maiores do mundo no seu estilo. E o paraibano Antonio Dias, um dos maiores artistas contemporâneos do país, morando no exterior há muitos anos.

    Beijos, querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taís, minha amiga querida, que saudades de ti! :))))
      Eu tinha jurado a mim mesma que ia responder aos comentários no dia livre e acabou dando tudo errado! hahahaa! Coisas da vida e de quem tá para encarar a reta final agora com o ENEM, vestibulares... Estresse total e ansiedade nível infinity!
      Que bom que curtiu o texto! Realmente, não tem como discordar dos talentos incríveis que o Nordeste nos privilegiou.
      Também desejo o melhor para essa gente.
      Embora já tenha levado um puxão de orelhas de uma amiga nordestina que achou o texto estereotipado, que nem todos lá são como o autor descreveu, no entanto, acho que a intenção valeu. rs. Só quem é do local que pode falar bem ou mal, mas enfim...
      Viva os nordestinos! Sempre! \0/
      Beijos minha amiga mais que querida. :*

      Excluir
    2. Caraca, senti o eco desse meu comentário bater aqui. hahahaha! Foi mal!

      Excluir
    3. Lendo os comentários, tive a mesma impressão de susto! Não conhecendo o texto pensei que você tivesse piradp! rsssssssssss Mas fui adiante, tinha uma esperança de mudar de opinião!! rsss
      Agora também digo da minha primeira impressão... ' será que ela está bem?" - pensei. Legítima pegadinha. Cruzes. rss
      Beijos!

      Excluir
  15. Mi,
    Que texto espetacular! Confesso que pelo titulo me assustei, rsrsrsrsrs. Mas, como sei quem vc eh, a medida que eu lia, um sorriso enorme eu abria, rsrsrsrs, rimou.
    Amo o nordeste! Alem da cultura, tem lugares belíssimos. E, seu amor por ele me emocionou. Parabens!!!! E, vamos para o Enem! Nao perca o foco! Bjs e uma semana de paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Lu, tu é minha amigona e me conhece bem demais até! :))))
      Eu também me assustei com o título e o início do texto a primeira vez que li e, como disse à Estela, com o avanço da leitura fui ficando encantada!
      Ainda não tive o privilégio de conhecer o Nordeste, mas meu amor por esse pessoal é grande!
      Perco o foco não, mas dou minhas "escapadas" por aqui. rs.
      Beijos e um restinho de semana de muita luz para ti e paz minha amiga. :*

      Excluir
  16. Nossa no início pensei que era treta ahahahahha, tenho meus prós e contras sobre os nordestinos,saudades de vc Mi, foi vc mesma que me adicionou no face recentemente não é, adoro o Coragem , o cão covarde ehehehe ;)
    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fala! Depois do homi dos códigos já fiquei com fama de treteira parece! huahauahauaha!
      Saudades Vana! Fui eu sim, estou com o Coragem, que adoooro! <3
      Beijos minha querida e obrigada por me visitar. :*

      Excluir
  17. Bonita ação Mi, conheço o texto muito bem elaborado e concordo com você sobre os parágrafos omitidos intencionalmente. Baianeiro desde 1986 sei o que é o nordeste e o povo que rala por estas bandas e que muitas vezes erroneamente são taxados de preguiçosos.
    Na juventude fiz cursinho pre vestibular em São Paulo e ouvia o pensamento dos jovens sobre baianos, para eles o mineiro era baiano e assim meu apelido era baiano. E naquele ano o primeiro lugar do ITA foi um cearense que tinha feito cursinho onde fiz.
    Esta coisa contra nordestino é de uma palhaçada e falta do que fazer mesmo. Concordo com o autor de não gastar energias em responder, em defender, a historia o faz.
    Muito boa partilha.
    Bom sempre poder vir e ler suas postagens.
    Meu carinhoso abraço.
    Beijo paz.

    ResponderExcluir
  18. Querida Mi!!! Que prazer ler esse texto e ver que me citou. Meu antigo pseudônimo Escura Maria Clara rsrs. Psedônimo nada! Nick de perfil de facebook mesmo rs. Pseudônimo são artistas como você que usam. Voce me citou ali, como a amiga nordestina que achou o texto estereotipado. Caraca!! Como te falei eu nao atentei que o texto estava num blog seu. Não vi direito. Se tivesse atentado pra esse detalhe já teria vindo ler seu blog. Eu, na época devia estar muito voltada a problemas pessoais. Mas lembro muito bem que você me apresentou esse texto e disse que não era seu. Por isso critiquei rsrs. Eu nao lembro voce comentando que tinha posto num blog seu. Que desatenta eu tava.

    Bom, eu sou cearense. Nascida e criada em Fortaleza. E como te disse, o que me incomoda é que se põe o nordeste como uma coisa unificada e o nordeste é pluralidade. O sotaque, os costumes e até a temperatura, variam de lugar pra lugar. As pessoas dizem: vou conhecer o nordeste",. Tá. Mas vai pra qual estado, querido?!! O nordeste tem nove estados. Vejo que se fala muito que fulano é do nordeste. Se alguém foi pra Alagoas, foi pro nordeste, se alguém chegou do Piauí, chegou do nordeste. Por que alguém que chegou de Sao Paulo nao chamam de sudestino, que chegou do sudeste?Por que nao me chamam de cearense e nao de nordestina?Não trago todo o nordeste em mim. Nordeste é pluralidade, como já disse. Aqui mesmo no Ceará tem cidades frias como Meruoca e Guaramiranga, pois sao cidades serranas. Em Fortaleza nao falamos o T linguo dental característico do sotaque "nordestino". As pessoas dizem: ah, eu adoro esse sotaque do nordeste". O Nordeste inteiro nao fala igual. "Esse povo sofrido?" Nos outros estados nao tem povo sofrido nao? Nao tem mendigo nao? rs. Certo que é a regiao mais pobre, mas dizer isso é estereotipo, desinformaçao. Também sou cheia de estereotipo, também sou desinformada, também achava,quando criança, que no Rio Grande do Sul só fazia frio.

    Com a eleiçao da Dilma, a globo fez o papelao de disseminar o ódio e intensificar o preconceito contra toda a regiao do nordeste. Como se o Tiririca nao tivesse tido recorde eleitores em São Paulo e nem por isso os paulistas foram massacrados e rotulados como analfabetos políticos. Trago costumes regionais sim. Durmo de rede, eu como cuscuz. Mas na verdade, esse regionalismo é uma balela, uma furada, odeio regionalismo e orgulho ufanista. Isso só dissemia xenofobia. José de Alencar era cearense, e daí? Mário Quintana era gaúcho, e daÍ? Talento independe de divisa e de fronteiras. Cara, eu sou eu, meus muitos eus num somatório de mim. E o lugar que eu nasci nao me define. Sou um ser humano independente do meu habitat. Somos cidadãos do mundo. Somos adaptavéis a qualquer lugar. E é uma pena que exista alguém que tenha que dizer o óbvio.

    ResponderExcluir
  19. Ja estou a te seguir desde já, estendo-te o convite....big bj...
    O sertão nordestino era como um colírio para os meus olhos, sempre pronto alimentar a minha alma. O povo humilde e sempre bem disposto, que a fim da tarde se sentavam nas esplanadas para contemplarem a beleza desta terra.
    Sou nordestino e tenho orgulho de ser
    A minha terra é bonita e transparente
    Gosto quando alguém me fala oxente
    Que é coisa que no ouvido dá prazer
    Mas eu tenho um recadinho para você
    Que acha que é doutor de formatura
    Eu sou mesmo comedor de rapadura
    E até hoje não encontrei esse defeito
    Porque todo portador de preconceito
    Fica curado com uma dose de cultura

    Já me cansei dessas mentes poluídas
    Coisas de quem não tem o que fazer
    Vão estudar um pouquinho e aprender
    Que o nordestino já tem a alma sofrida
    Mas ninguém é diferente nessa vida
    Porque em Deus nasceu cada criatura
    E em cada um pôs um tanto de ternura
    Mas não pode o ser humano ser perfeito
    Porque todo portador de preconceito
    Fica curado com uma dose de cultura.

    Eu sou nordestino e porque não?
    O que importa se eu nascesse lá no sul
    Nunca vi um céu que não fosse azul
    Ou um peito que não bata um coração
    Que diferença vai fazer a região
    somos irmãos e precisamos ter postura
    Quem passa fome ou se vive na fartura
    Nesse mundo o que vale é ter respeito
    Porque todo portador de preconceito
    Fica curado com uma dose de cultura.
    Guibson Medeiros

    ResponderExcluir

"Não compartilho meus pensamentos achando que vou mudar a cabeça de pessoas que pensam diferente. Compartilho meus pensamentos para mostrar às pessoas que já pensam como eu que elas não estão sozinhas". Autor desconhecido

"Ser feliz é saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta". Augusto Cury

É muito bom saber que gostou da postagem e irá comentar.
A moderação de comentários está ativada e tratarei de responder apenas o necessário, se houver.
Se tiver um blog, deixe a url no final do comentário para que possa encontrá-lo.
Comentários tais como ofensas, discriminação, divulgação de sorteios, de blogs ou que não tenham a ver com o conteúdo da postagem não serão publicados. Grata.

Mi F. Colmán

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Enquanto eu estiver por aqui e me for possível, escrever continuará sendo a medicação mais forte e a terapia mais eficaz para a minha sobrevivência". Mi F. Colmán

Quem ri por último, Rivotril

Quem ri por último, Rivotril
Mais um Rivotril. O restinho dos ratos gritando somem. O restinho das pombas macabras somem. O restinho dos corvos somem. Todos para longe. Lá vai a mulher que assusta. Tati Bernardi.