10/05/2015

Mãe - Carinho sem limites


Vergonha das atitudes da mãe em público... Quem nunca?

Muitas coisas na vida da gente simplesmente não morrem e eu pude constatar isto essa semana. Na infância quando vinha aquela pergunta típica do "o que vai ser quando crescer?", minha resposta era, no mínimo, subversiva. Ao invés de responder o comum: bailarina, atriz, cantora, médica... Minha resposta era: "Eu vou ser publicitária", rs.
O curioso que hoje tenho a chance de fazer Publicidade, mas acabo sendo levada pela razão em cursar Direito ou outras opções. Mas "a publicitária" certamente despertou ao ver este comercial (continuo AMANDO analisar comerciais) do Dia das Mães e pensei: "Este tem que ir para o meu blog".
Tá certo que eu merecia um cachê por isto mas... Espero que curtam o anúncio tanto quanto curti.
Um Dia das Mães repleto de coisas boas para todas as mães do Blogger. Conforto e estas rosas, com todo meu carinho e respeito, a todas as filhas órfãs da blogosfera e às mães órfãs também (já que não tem nem nome para isso de tão doído que deve ser). 
Enfim... Um dia de Paz para todos nós.


Mi F. Colmán



I´m bleeding, quietly living I´m living, quietly bleeding - Dominik
 renata massa