12/08/2015

Voltar atrás também é seguir adiante






















Não. Este não é um dos meus posts filosóficos sobre situações da vida. Mas de qualquer forma, tudo que lemos, compartilhamos experiências, acaba sendo uma forma de aprendizado. Se não para o outro, para nós mesmos.
Voltei atrás. Desisti.
Ontem foi Dia do Estudante e me dei ao luxo de procrastinar no Facebook o dia todo, literalmente. Aproveitei para relaxar e também observar.
E hoje, oficialmente, me desconecto do projeto BEDA.
Para quem não está me acompanhando, o BEDA é um projeto inspirado no VEDA, que consiste em fazer um post por dia no mês de agosto e foi criado pelo grupo do Facebook denominado Rotaroots - Blogueiros de Raiz.
Não. Não foi falta de inspiração. Inclusive tinha posts programados que abortei aqui.
Acabei percebendo que minha interação entre a blogosfera e o Facebook são totalmente opostas, para não dizer que é praticamente inexistente.
Não tenho intimidade com as meninas de lá e até hoje não entendo muito bem o porquê, pois me enturmo muito facilmente nos grupos literários do Face, tenho conhecido escritores incríveis e experientes que estão me dando dicas super legais. Mas neste caso, não sei mesmo o que acontece... E claro, não é culpa de ninguém ou o grupo não seria tão popular e ativo. Mas também não é culpa minha, ou em partes, não ter entendido alguma regra mas... Nenhuma visualização diferente vinda do Face? Sei não. Não deve ter "rolado química", sei lá... No hard feelings. Freud talvez explique, rsrsrs. Ou alguma blogueira amiga que faça parte de lá possa me esclarecer isso aí.
Pelas visualizações, o que vem do Face para cá são apenas as amigas e amigos de sempre que usam a fan page do Rivotril com Coca-Cola para se atualizarem e que os reconheço pelo território onde vivem. As mesmas pessoas que sempre vem do Face, fato.
Sem mimimi. Eu acho que mesmo deixando os links, meu blog não chamou a atenção das blogueiras de raiz para virem me visitar e conhecer o "meu" BEDA. Então ficou meio que sem sentido continuar. Muitos podem questionar porque eu não corri atrás. Gente... Se não estou tendo tempo sequer para visitar meus fiéis colegas, amigos e amigas de longa data daqui direito, vou abrir exceção a novos blogs agora? Não posso. Estou em condições apenas de retribuir visitas.
É, talvez o momento do meu blog não seja para um projeto dessa magnitude.
Talvez por eu não ser na realidade uma blogueira de raiz ou... Meu blog estar muito enraizado na blogosfera. rs.
São tantos "talvez" que vou entrar numa crise existencial daqui a pouco. #SóQueNão, hahahaha! Não rolou, não rolou. A vida é assim em tudo.
Eu nunca vejo uma desistência como um fracasso e sim, um novo olhar para uma determinada situação.
Deixo minha gratidão a todas as pessoas maravilhosas (mas que não são novas por aqui, ainda bem, o que prova que tenho amizades consistentes) que estiveram me acompanhando nos dias que topei o projeto e postei. Quero dizer sinceramente que vocês são os melhores!



























E sou grata também por ter conhecido este projeto que me tirou um tanto da procrastinação blogosférica que estava entrando e com certeza postarei mais do que apenas uma vez por semana como antes.
Quanto ao Blog Day, não sei o que farei por não estar mais no projeto delas. Mas podemos entre nós fazer uma festinha por aqui mesmo! É uma ideia!
Sei que estou lerda, mas PROMETO que passarei nos blogs de cada colega, amigo e amiga que mesmo com minha ausência aqui e ali, têm me dado total apoio e incentivo para continuar neste mundo tão rico chamado BLOGOSFERA.
Meu muito obrigada e voltando atrás, sigo adiante! 


Mi F. Colmán 

 

I´m bleeding, quietly living I´m living, quietly bleeding - Dominik
 renata massa