domingo, 31 de maio de 2015

O filme que me marcou - BC Maratona de Maio

Acredito que todos nós tenhamos uma lista básica de filmes que nos marcaram e, portanto, não nos parece fácil escolher apenas um deles.
Porém, acredito que quem curte a subcultura gótica, O Corvo seja um ícone eterno em nossas vidas.


"Se as pessoas que amamos são tiradas de nós... O jeito de mantê-las vivas é continuar amando-as. Prédios queimam, pessoas morrem... Mas o amor verdadeiro, é para sempre."
















A grande maioria possui um preconceito ou uma visão muito deturpada da subcultura gótica. Imaginam que são apenas pessoas sombrias que se limitam a vagar pelos cemitérios. Desconhecem a vasta cultura literária e musical que nós possuímos. E também, o lado da sensibilidade que é pouco divulgado.
Este filme quebrou bastante este estigma de que gótico é ser trevoso. Góticos possuem imensa admiração pela poesia maldita, mas também, inclusive aqui no Brasil, cultuam como ídolos os poetas da Segunda Fase do Romantismo, em especial, Álvares de Azevedo.
E para demonstrar que gótico não é sinônimo de baixo-astral ilimitado, há frases motivadoras como a do personagem Eric Draven interpretado pelo saudoso Brandon Lee.

"Não pode chover o tempo todo..."

Para este filme que tem o dom de me marcar até hoje, deixo para vocês dois vídeos. O primeiro é o tema principal da trilha sonora (que inclusive tem como título a frase de Eric Draven) da cantora Jane Siberry. Prestem atenção à letra (é linda!), o vídeo está legendado em espanhol e por isto repasso a tradução logo abaixo.


"Nós andamos por um caminho estreito, abaixo das fumaças dos céus.
Às vezes você mal pode dizer a diferença entre a escuridão e a luz! 
Você tem fé no que você acredita?
O teste verdadeiro vêm quando nós não podemos,
Não podemos ver!"

Eu escuto os pés esmagadores nas,
Nas ruas abaixo, e a,
E a mulher chorando e as,
E as crianças sabem que há,
Que há algo errado,
E é difícil de acreditar que
O amor irá prevalecer!

Oh, Não pode chover o tempo todo,
Os céus não cairão para sempre!
E mesmo que a noite pareça longa,
Suas lágrimas não cairão para sempre!

Oh, quando eu estou sozinha, deito acordada à noite 
E desejando que você estivesse aqui! 
Sinto sua falta.
Você pode me dizer se há algo a mais para eu acreditar?
Ou isso é tudo o que há?

Sobre os pés esmagadores, nas,
Nas ruas abaixo, e a,
E a janela se quebra e,
E uma mulher cai, há...
Há algo errado, é...
É tão difícil de acreditar que o amor prevalecerá!

Oh, Não pode chover o tempo todo,
Os céus não cairão para sempre!
E mesmo que a noite pareça longa,
Suas lágrimas não cairão, suas lágrimas não cairão, suas lágrimas não cairão...
Para sempre!

"Na última noite eu tive um sonho.
Você veio em meu quarto, me pegou em seus braços.
Sussurrando e me beijando, e me falando para ainda acreditar.
Dentro do vazio da cidade em chamas,
De que nos defendemos do mais obscuro do que nós mesmos.

Até que eu me senti segura e aquecida,
Eu sinto como se dormisse em seus braços!
Quando eu acordo, eu choro novamente por você ter partido!
Oh, você pode me escutar?"

Oh, Não pode chover o tempo todo,
Os céus não cairão para sempre!
E mesmo que a noite pareça longa,
Suas lágrimas não cairão para sempre!
Oh, Não pode chover o tempo todo,
Os céus não cairão para sempre!
E mesmo que a noite pareça longa,
Suas lágrimas não cairão, suas lágrimas não cairão, suas lágrimas não cairão...
Para sempre! 


O próximo vídeo é um Tributo a Brandon Lee que faleceu em circunstâncias misteriosas durante a filmagem aos 28 anos de idade. O vídeo reúne as melhores cenas do filme e tem como fundo musical a canção Close to the flame, da minha banda finlandesa do coração HIM.


"No passado, as pessoas acreditavam que, quando alguém morria, um corvo carregava sua alma para a terra dos mortos. Mas às vezes, acontece algo tão ruim que uma tristeza terrível é levada junto com a alma, e a alma não consegue descansar. Então, às vezes, somente à vezes, o corvo consegue trazer a alma de volta para resolver o que está errado... 
Se duas pessoas realmente se amam, nada pode mantê-las separadas. Nada."















Mi F. Colmán

Encerro com um pouco de atraso, (mas a tempo!) a BC Maratona de Maio de Alê - Bordados e Crochê e Meus Devaneios Escritos.

16 comentários:

  1. Olá!
    Boa Tarde Mi!
    Pode me chamar de Alê sem problemas, adoro, rsrsrs...
    Nossa voltei no tempo agora...eu vi muito com o meu pai qdo criança, adorava!
    Adoro histórias que envolvem lendas, mistérios...
    Obrigada por participar...e sexta tem mais!!!!!
    E sobre os Tops, até agora ninguém me falou que não gostou...eu gosto de fazer para agradecer e assim, divulgar para outras pessoas tbém conhecerem, pois são pessoas que sempre estão lá comigo!!!! Gosto demais...mas lógico que se alguém me disser que não curte, eu não faço com ela né?
    Linda semana!

    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Então está ótimo, Alê. rsrsrs.
      Este filme é mesmo um clássico, quem gosta do estilo, com certeza jamais esquecerá.
      Também adoro histórias assim, uma das minhas preferidas é Dezesseis Luas, que na real é uma saga.
      Sexta tem mais??? Uau! Muito show ver toda essa empolgação de vocês.
      Sobre os tops, têm pessoas que não gostam mesmo do widget e, no caso da Coluna, ficou mesmo um ambiente meio "poluído". Gosto de blogs mais sóbrios, o meu não está ainda tão sóbrio quanto eu gostaria. rs.
      Beijos e lindo feriado para ti. :)))))

      Excluir
  2. Boa tarde querida Mi.. e já escutei muita música boa de bandas assim..
    muitas pessoas acham que usar o preto, e ver filmes ligados a isso que estamos perdidos no caminho...
    preto é proteção acima de tudo..
    eu só usava preto.. e cai na parte dos poetas malditos rsrs
    mas espero não ser tão maldito assim.. dá pra dar uma adoçada nisso ai rsrs
    já vi este filme.. muito bom.. filmes nos marcam sempre.. tem alguns que vejo muitas vezes... te desejo uma lindo dia.. beijos meus e feliz sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde poeta das asas douradas! :))))
      Tem músicas boas de bandas assim, realmente.
      Não sabia que preto era proteção. O que eu vejo é que as pessoas projetam seus temores no preto devido a ser símbolo de luto e não veem mais nada além disso.
      Gosto de poetas malditos como William Blake e também dos poetas da Segunda Fase do Romantismo, vejo que teu caso é ser bem diversificado. A minha literatura, apesar de pender bastante para o gótico / screamo, também considero bem eclética.
      Esse filme eu perdi a conta de quantas vezes já assisti. rs.
      Beijos meu querido, um lindo feriado para ti e até sempre!

      Excluir
  3. Amiga,
    muito interessante esse post,querida!!!!!
    As pessoas são preconceituosas mesmo, a sociedade é cruel!!!!!
    Bjus e avise sempre que tiver post novo!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga Elyane, tudo bem?
      Algumas pessoas são mesmo bem cruéis.
      Beijos e sempre que tem post novo eu publico no Google + e tu também pode se inscrever por email.
      Obrigada pela visita e comentário.
      Beijos.

      Excluir
  4. Adoro o gótico, este filme é mesmo sensacional , pena que teve o triste fim para B.L., morreu de forma trágica.
    Beijos e ótima semana! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adooooro, acho que já deu para perceber né Vana? rs.
      O que marcou muito nesse filme foi também a morte trágica do Brandon né? Ele traz uma nostalgia e melancolia ímpares.
      Beijos e um ótimo feriado para ti. :))))

      Excluir
  5. Oi Mi
    Eu acredito que o pior mal da humanidade é o preconceito
    E por exercerem com veemência tuas convicções preconceituosas fazem pré julgamentos descabidos que machucam e deixam feridas que muitas vezes não cicatrizam.
    Já vi o filme. Não posso dizer que é meu estilo favorito mas achei bem interessante
    Um beijo minha amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gracita, como vai?
      Eu tenho certeza que uma das piores coisas que a humanidade cultiva seja é o preconceito. Lidar com isso não é nada fácil mesmo, porém, devemos seguir em frente sem temer ser o que somos, sem máscaras. Porque um dia elas caem de qualquer modo, não se pode controlar tudo e muito menos por algo que não vale a pena, que é agradar aos demais. Como diz o ditado, nem Cristo agradou.
      O filme é lindoooo, é tudo de bom. :)))))))
      Beijos e um ótimo feriado para ti minha amiga.

      Excluir
  6. Menina... esse foi um dos filmes que me marcou muito.
    Ainda sinto uma certa tristeza pela agonia vivida por Brandon no filme. A série nunca assisti.

    A maioria das pessoas ainda rotulam o fato de usar preto ou gostar de determinados tipos de música ou livros etc... Acho que tudo tem que ter um equilíbrio, pois existe sim, coisas que te puxam pra baixo e outras que te elevam.

    Agora, vou ouvir as músicas.
    Abração e ótimo dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeee Bruxinha! Toca aqui! 0/
      Esse filme é marcante pelo roteiro, pelo cenário, visual e, infelizmente, também pela tragédia que o rondou.
      Assisti à série (admito que achei bem ruinzinha) e os outros filmes que seguiram, gostei muito do segundo City of Angels e também o Wicked Prayer, mas nenhum, jamais se compara ao primeiro. Por mais que estejam em outros contextos, Brandon continua sendo insubstituível.
      E você tem toda a razão, o equilíbrio é o segredo de tudo.
      Espero que tenha curtido as músicas.
      Beijos e ótimo feriado para ti. :))))

      Excluir
  7. Oi Mi parece que somos iguais né? Gosto desse estilo de filme. Muito boa a sua postagem. Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju! Somos mesmo muito parecidas, em tudo.
      Esse é o meu estilo de filme preferido e já o vi um zilhão de vezes. rs.
      Beijos e ótimo feriado. :)

      Excluir
  8. Oi Mi! Obrigada pela visita! Linda escolha de música! Há mais mistério e a terra que nossa van
    filosofia possa imaginar! Obrigada por partilhar seu post. Beijos! Ah leva seu link que ainda dá tempo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sol. Bem-vinda! :)
      Acho que tu confundiu as "maratonas". Como diz o título, esta é ainda a de maio e eu coloquei o link. Normal a confusão por ter colocado uma música de filme também, mas não é a minha participação na de junho.
      Beijos.

      Excluir

"Não compartilho meus pensamentos achando que vou mudar a cabeça de pessoas que pensam diferente. Compartilho meus pensamentos para mostrar às pessoas que já pensam como eu que elas não estão sozinhas". Autor desconhecido

"Ser feliz é saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta". Augusto Cury

É muito bom saber que gostou da postagem e irá comentar.
A moderação de comentários está ativada e tratarei de responder apenas o necessário, se houver.
Se tiver um blog, deixe a url no final do comentário para que possa encontrá-lo.
Comentários tais como ofensas, discriminação, divulgação de sorteios, de blogs ou que não tenham a ver com o conteúdo da postagem não serão publicados. Grata.

Mi F. Colmán

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Enquanto eu estiver por aqui e me for possível, escrever continuará sendo a medicação mais forte e a terapia mais eficaz para a minha sobrevivência". Mi F. Colmán

Quem ri por último, Rivotril

Quem ri por último, Rivotril
Mais um Rivotril. O restinho dos ratos gritando somem. O restinho das pombas macabras somem. O restinho dos corvos somem. Todos para longe. Lá vai a mulher que assusta. Tati Bernardi.