sexta-feira, 1 de maio de 2015

"Você escreve MUITO" e das razões que eu quase desisto de blogar

"Eu te desafio porque você escreve MUITO. Você é autêntica e espontânea, não deixe isso morrer". Beatriz Ayala (Minha professora de Redação)















Não morreu. Mas confesso que sufocou, asfixiou, agonizou.
Isso mesmo. A minha escrita.
Não. Não foi bloqueio literário. 
Antes fosse, todo autor passa por isto. 
Foi a pior das piores coisas que podem acontecer com um ser humano: Falta de motivação.
Eu quase desisti de blogar.
Olha que coisa, logo a "blogueira alienígena", que nunca esteve nem aí com números, agora anda perdida entre eles. Tudo por causa de uns exames que NÃO definem (nada pode ser definido exatamente sob pressão) seu intelecto e quase mata uma das principais razões de sua existência: A Literatura.


















Escrever é o que sempre me manteve viva. Muito antes dos blogs acontecerem. Muito antes de eu me alfabetizar por completo, eu já amava e fazia parte do mundo literário
Minha alma precisa escrever tanto quanto meu organismo precisa de oxigênio para estar vivo.
Cenários, cenas, descrições, personagens...
Cemitérios, flores mortas, rosas negras, roupas pretas, drama, lágrimas, sorrisos, intensidade...
É isso que eu preciso de verdade (e isso não foi um eco gramatical e sim, proposital, por ter vindo do fundo da alma).
Como pessoa, voluntária, blogueira, colunista, estudante, autora... Sempre procurei e procuro oferecer o meu melhor. 
Talvez por isso eu quase tenha desistido daqui. Aprendi que um blog precisa de movimento para existir. Precisa de comentários, retribuição, visitas... 
E sou ré confessa de meu desleixo e negligência.
Não, não foi falta de tempo.
Já disse que foi de motivação.
Não esqueçam que a Literatura está no meu cronograma e também que sou uma pessoa notívaga. Este texto foi escrito pouco depois dos relógios marcarem meia-noite.


Então por quê? Não sei. Há coisas que não se explicam.
Há coisas que apenas acabamos deixando passar e outras que precisamos que aconteçam para acabar com o amortecimento.
E isto que a prof. Beatriz falou ontem era tudo o que eu precisava ouvir para continuar.

E este blog, no matter what...

...To be continued.

Que todos os blogueiros e blogueiras pouco visitados compreendam a profundidade do gênio que foi Virgina Woolf:


Escrever é que é o verdadeiro prazer; ser lido é um prazer superficial.


Nota: Hoje tenho três notas. Quatro com esta, a nota das notas, rá!


Nota II: Ainda vou ficar meio atrasadinha nas respostas aos comentários e nas visitas. Mas aos poucos tudo vai entrando nos eixos (vocês devem pedir para morrer quando leem isto). E gente... O perfil Coluna da Mi morreu, não excluí ainda o Google Plus porque tenho cadastros de estudos no email dele. Mas o perfil mesmo está morto, quem não migrar para cá, vai acabar deixando de ser meu colega. Aquele blog é passado. Este é o real início de uma nova era na minha vida literária.

Nota III: Quero deixar um agradecimento mega atrasado, mas sempre em tempo à uma blogueira muito querida, que me fez uma surpresa de Páscoa. Porém, lerda e perdida como ando ultimamente com tantos cálculos na cabeça, vou aos Correios de quase em nunca. Quando resolvi passar por lá, eis que me deparo com este belíssimo presente de Páscoa.


Roselia Bezerra, gratidão. Adorei o cartão e o poema.

Ando me sentindo a pessoa mais abençoada do mundo com tantas demonstrações de carinho que tenho recebido das pessoas. Pessoas de tantos lugares, tantos destinos diferentes... Temos que saber valorizar cada gesto, cada ato de bondade para conosco. SEMPRE. Porque depois pode ser tarde.

Nota IV: Hoje é um dia mais que especial. É o niver da minha amiga que já saiu da virtualidade há muito tempo e é uma das pessoas mais importantes da minha vida, a Ana. 
Como disse a ela no whatsapp (mas até agora não foi visualizado rs), não tenho nada a oferecer por tudo que já fez e tem feito por mim. No entanto, ofereço meu amor sincero. Porque amor de verdade é de mãe e de amiga.
E para ela (que sempre me lê, eu sei, mas não comenta aqui sei lá "porcausodique") vai uma música em sua homenagem. 
Feliz Niver! E que venham muitos e muitos anos ainda em tua companhia! ;)


E para todos os colegas, amigos e amigas blogueiras: estou de volta, para valer! 
Retorno oficialmente com dois fortes e importantíssimos sentimentos: Entusiasmo e gratidão.

Termino esta postagem compartilhando um dos poemas mais lindos que li da amiga poetisa Ádila Cabral. Ele descreve perfeitamente tais pessoas que me acompanham em minha jornada.































Nem todos os seres humanos são trevas.
Alguns são luzes.
Que brilham, sempre, nas neblinas.
Nos momentos de tristeza.
Mas não é uma luz, aparentemente, visível.
É algo que só se pode ver em meio
A mais densa escuridão.
São fachos de esperanças
Que orientam aqueles que já não tem direção.
Que já quase desistem de caminhar.

Nem todos os seres humanos
Destilam ódio e rancor.
Alguns são estrelas
São pássaros
São flores.
Alguns são amores.
Alguns são sorrisos.
São remédios para dor da alma
São alívios
São cuidados.
Enfim, são anjos que não perdem as asas.
Quando necessitam descer aos tenebrosos infernos .
De outros corações humanos.

Ádila Cabral

O post ficou muito pessoal e apaixonado? 
É assim mesmo quando se trata de Amizade e Literatura. ;)

Mi F. Colmán



20 comentários:

  1. Tua professora tem razão ,tu escreves muito bem! Gosto de te ler! Gostei da poesia e quando falamos de amizade e literatura, tudo pode acontecer! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica! Saudades. Muito obrigada minha querida! :))))
      Fico tão contente quando ouço ou leio alguém dizendo que gosta de me ler. Não imagina o quanto!
      Belíssima a poesia. A Ádila é uma poetisa sombria única, tenho o maior orgulho em tê-la como amiga.
      E tens razão! Tudo pode acontecer quando se trata de Literatura e amizade. E quando se unem as duas então?
      Beijos.

      Excluir
  2. Mi,
    Isso acontece com qualquer um, a desmotivacao ! Eu andei e ando um pouco assim, baixou uma depre , sei la, surgiu do nada! Mas, ja estou superando...
    Agora, vc pode continuar!!!! Ai ai ai!!! rsrsrsrsrsrs
    Vc escreve muito bem! Adoro! Tenho visto vc pelo Face, esse vicio eu tenho. kkkkkkkk
    Eu sei que tudo eh uma fase, vc estudando... complica um pouco! E, seu entusiasmo e gratidão vao te ajudar muito!!!! Amei o poema!!!! Bjs e uma otimo final de semana! Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu! :)))
      Mas olha, eu não lembro de ter sido atacada tão forte pela desmotivação há um bom tempo! Acredito que sejam muitas as obrigações que também têm me tirado o ânimo, você tem razão sobre o quanto estudar nos consome, aí acabo cuidando muito de uma coisa e negligenciando outras. Aliás, tenho em mente um post sobre isto. Breve lerás! rs.
      Quanto ao Facebook, está sempre ao alcance e estou pensando seriamente em deletá-lo do meu Android. Vicia muito mesmo, mas continua ainda sendo o melhor meio de comunicação junto com o Whatsapp e o Line.
      E como não ficar entusiasmada e não ter gratidão ao ver duas blogueiras numa tacada só demonstrando o quanto gostam de me ler? Não tem como! rsrsrs.
      Beijos minha querida e uma ótima semana para ti.
      Fique com Deus sempre!

      Excluir
  3. Estaremos sempre te acompanhando por aqui,ou pra onde vc se mudar, lindo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vana, amiga querida! Saudades de ti e da Maki! :)))))
      Não recebi ainda tua solicitação de amizade no meu Face, sigo no aguardo.
      Muito bom ler isso, muito bom ter colegas e amigas verdadeiramente leais aonde quer que a gente vá!
      Obrigada.
      Ótima semana para você e a amiga Maki também.
      Beijos.

      Excluir
    2. Te achei no face ou melhor tu nos achou, nossa eu não acredito que ainda não tinha curtido tua página no face, que estranho, eu tinha logado com meu perfil de VanaBM e curtido tua page, mas ou eu tô lesada ou alguém descurtiu tua page, bom desta vez eu vi e registrei aqui, se sumir vou ter que trocar de novo minha senha no face.
      Beijos e uma semana mara !

      Excluir
    3. Uia! Eu sabia que esse comentário tinha "se perdido", só não sabia onde. hahaha!
      O Face é bem maluco mesmo, mais malucos ainda são os tipos que o frequentam, tipo nós! hehehehe!
      Beijos Vana! :))))

      Excluir
  4. Oi Mi,
    O poema de Ádila Cabral, é muito bonito e verdadeiro...
    Gostei!
    Olha, de vez em quando a desmotivação pega todo mundo,
    isso é normal, mas depois passa!
    Ultimamente minha vontade de postar
    diminui a cada dia. Mas são fases da vida...
    Você está coberta de razão, pois um blog necessita de
    movimento para existir.
    Sem comentários, retribuição e visitas, dificilmente ele vai fluir.
    E quanto a frase de Virgina Woolf, pra quem é escritor,
    não tenho dúvida nenhuma que escrever, seja um prazer imenso.
    Mas custo a acreditar que ser lido seja um prazer superficial!rs
    Bjs Mi, e ótimo final de semana \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clau! \0/
      A Ádila é uma poetisa única. Ela segue a linha gótica escrevendo sobre temas reais, verdadeiros. Seguimos praticamente a mesma linha, só que sou mais prosa do que verso, é fato. rs.
      Tomara que não diminua tua vontade de postar porque teu blog está entre os blogs dos blogs da minha lista. ;)
      Né? Eu agora vou movimentar mais o blog, até porque acabo de receber uma excelente notícia! \0/0/
      Sabe que sempre achei a Virginia Woolf um gênio e com certeza ela é superior à mim, porque não vou ser hipócrita em dizer que não quero ser lida, hahahaha!
      Beijos Clau e uma ótima semana para ti!

      Excluir
  5. Já fiquei com falta de motivação.
    É realmente muito ruim, não estar motivada para algo que gostamos muito.
    Mas, não devemos olhar números e sim o que de bom absorvemos ao transformar vivências em postagens!
    Beijos e Sucesso!

    www.gakeue.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, seja muito bem-vinda aqui!
      Melhor do que ter uma nova seguidora é ter uma seguidora que comenta! :))))
      Eu estou perdida não nos números do blog, mas nos números literalmente falando. Eu e os cálculos não somos o que eu chamaria de bbf´s, huahuahauhaua!
      Beijos e muito sucesso para ti também! \0/

      Excluir
  6. Olá, querida Mi
    Uma alegria a mais no meu dia de hoje o seu carinho por aqui...
    Sabe, gosto muito de ler os seus posts e também gosto MUITO de escrever... concordo plenamente que é por prazer e não me canso nem de ler os amigos...
    Vc exemplifica muito bem e dá gosto passar por aqui...
    Reconheço que até pra postar algo que não seja nosso tem que ser por alegria... percebe-se... se temos sintonia com o que postamos ou não...
    Persevere, amiga!!! Vale a pena blogar...
    Ah! Suas imagens são criativas... creio que, se blogasse na sua idade, seria como o seu estilo de ser e escrever... Jovial, sincero e criativo...
    Bjm fraterno e de gratidão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roselia! :)))))))
      Você sempre de uma gentileza única!
      Muito me alegra quando recebo tuas visitas e comentários que refletem a pessoa carinhosa que tem demonstrado ser.
      Minha amiga, eu aprendi que isso de blogar é preciso mesmo de muita perseverança! Mas além da perseverança, também a atenção e o cuidado com os colegas.
      Andei super desligada e "sumida" da blogosfera, preciso saber de uma amiga tem mais de uma semana.
      Ela deve estar achando que foi descaso, mas falo de coração que não foi. Além da falta de motivação, andei desligada mesmo, até os estudos eu relaxei pra cacete essas duas últimas semanas que passaram. Acho que foi stress ou algo do gênero. Preciso me organizar e fazer com que as coisas sejam possíveis e isso TEM que incluir as que me são prazerosas, do contrário, nem vale a pena viver.
      Ah, obrigada por reparar! Ninguém nunca comentou das minhas imagens (acredito que ninguém comenta imagem de ninguém mesmo, a não ser quando é alguma BC) e eu as seleciono com muito cuidado porque elas são importantes. Afinal, são a ilustração da postagem.
      Vejo que temos bastante semelhança no jeito de blogar, de escrever, não importa a diferença de idade. O teu blog é voltado para um assunto e o meu mais diversificado. Isso é o que nos difere.
      Muito obrigada por passar por aqui e por estar sempre presente na minha vida.
      Beijos querida amiga.
      E eu que lhe sou grata. <3

      Excluir
  7. Ola Mi, tudo bem? Espero que sim! Sua professora não mentiu, e de igual modo não só eu, mas também várias pessoas com certeza elogia a sua escrita. Além de desanimado, os afazeres estão fazendo com que eu coagite com a ideia de fechar o blog também, por este fato, talvez eu saiba pelo que você passou. Mas não deixe que seu blog chegue ao fim, sabe que gostamos dele. Eu particularmente, sempre que tenho um tempinho estou por aqui, olhando e lendo, nem que seja aquela rápida leitura. Quanto ao poema, ela escreve muito, mas muito bem mesmo, e este é o mais lindo que já li dela.... Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edilson, muito gentil você. Obrigada.
      Felizmente sou privilegiada e muito motivada a escrever. A professora (na real não é a primeira), pessoas da família me incentivam, alguns amigos, agora vocês... Tenho muita gratidão.
      Sobre blogar, não desista não! Agora tu tem uma colaboradora! Eu li um texto dela e gostei muito, o problema foi exatamente este: deixar que os afazeres dominassem e deixar de lado as coisas que eu mais curtia.
      Dá certo viver assim não, amigo.
      Fico contente que apesar do pouco tempo, tu esteja dando tuas voltas por aqui também.
      Quanto à Ádila, ela escreve MUITO mesmo e também amei esse poema.
      Beijos e não desista.

      Excluir
  8. Só tenho a agradecer a sua professora.
    Temos motivos de sobra para ter esta alienígena conosco.
    Que bom Mi ter você conosco.
    Aproveitei para inserir meu email nas suas atualizações e assim não lhe perco de vista.

    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeeeeee! \0/
      Obrigada amigo, esta alien aqui está muito interessada em passar muito tempo aqui com vocês ainda! :)))))))
      Fiquei super contente em saber que está me seguindo por email. Eu não sigo ninguém por email porque mal os abro, hahaha!
      Beijos meu amigo mais que querido.

      Excluir
  9. Olá Mi!
    Primeiramente agradeço sua visita. Agradeço também pelo post, afinal, você falou em meu nome também. Há pouco tempo retornei à blogosfera depois de meses ausente justamente pelo mesmo motivo que você quase deixou de blogar: falta de motivação. E quando esta nos falta é difícil continuar. Pra tudo na vida a motivação é combustível e com a literatura não é diferente. Mas infelizmente, em tempos de "páginas de Facebook" a sobrevivência dos blogs está ameaçada. Foram-se os tempos em que as pessoas seguiam e participavam dos blogs (Graças a Deus restam algumas boas mentes que ainda apreciam), mas atualmente tudo se resume ao Facebook. As pessoas não querem sair de lá para buscar conhecimento, entretenimento e lazer em outros canais.
    Mas enfim, fico feliz que tenha retornado e nesse retorno que tenhamos nos encontrado. Concordo com sua professora: você é autêntica e isso foi o que mais me chamou atenção.

    Grande abraço!
    Nos "vemos" por aí rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lidiane! Seja bem-vinda!
      Blogueiros que não se focam só na última postagem já me ganham de cara. <3
      Eu espero que nós, blogueiras e blogueiros, consigamos manter a motivação para não permitir que a blogosfera morra como o Orkut morreu, sufocado pela mesma rede social citada por ti.
      O Facebook deu muito certo por ser imediatista, típico para pessoas que tem preguiça de ler e, vamos combinar que infelizmente, elas não são poucas.
      O Instagram vai pelo mesmo caminho, eu sei que devia fazer uma conta por lá para divulgar o blog, mas isso sim me faltou a motivação, assim como me faltou ao Twitter.. Eu tinha um pessoal e acabei excluindo e me arrependido. Mas agora falta energia para tuitar com tão pouca gente no atual. Isso de seguidores acaba se tornando uma coisa meio exaustiva e o Twitter não é como o blog, ele não funciona sem os followers da vida.
      Muito obrigada pela visita e também fico feliz que tenhamos nos encontrado em teu retorno. E também obrigada pelas palavras, acredito que autenticidade seja tudo, em tudo!
      Beijos.
      Nos vemos sim, com certeza. :))))))

      Excluir

"Não compartilho meus pensamentos achando que vou mudar a cabeça de pessoas que pensam diferente. Compartilho meus pensamentos para mostrar às pessoas que já pensam como eu que elas não estão sozinhas". Autor desconhecido

"Ser feliz é saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta". Augusto Cury

É muito bom saber que gostou da postagem e irá comentar.
A moderação de comentários está ativada e tratarei de responder apenas o necessário, se houver.
Se tiver um blog, deixe a url no final do comentário para que possa encontrá-lo.
Comentários tais como ofensas, discriminação, divulgação de sorteios, de blogs ou que não tenham a ver com o conteúdo da postagem não serão publicados. Grata.

Mi F. Colmán

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Enquanto eu estiver por aqui e me for possível, escrever continuará sendo a medicação mais forte e a terapia mais eficaz para a minha sobrevivência". Mi F. Colmán

Quem ri por último, Rivotril

Quem ri por último, Rivotril
Mais um Rivotril. O restinho dos ratos gritando somem. O restinho das pombas macabras somem. O restinho dos corvos somem. Todos para longe. Lá vai a mulher que assusta. Tati Bernardi.